Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

A semana na piauí #209

  questões do aprisionamento digital Braços inteiros, mentes quebradas Um adolescente americano é menos propenso a fraturar os ossos que alguém de sua idade quinze anos atrás. Embora possa parecer bom, isso indica que eles estão mais isolados, grudados no celular. Leia  aqui TANIA MENAI anais do cala-boca Assédio judicial contra jornalistas se agrava no Brasil Há 654 ações em curso contra jornalistas que podem ser caracterizadas como assédio judicial, segundo levantamento da Abraji. O Brasil está entre os países que mais hostilizam profissionais da imprensa na Justiça. Confira  aqui . ALLAN DE ABREU questões de vida e morte Por um último e sereno suspiro A  edição de abril  da  piauí  conta como  Ana Claudia Arantes se tornou uma das principais vozes em defesa dos cuidados paliativos  no Brasil. Seu trabalho é esclarecer como se pode vivenciar a morte da maneira mais confortável e digna possível. ANGÉLICA SANTA CRUZ anais do futebol O homem que descobriu Endrick. Pelo WhatsApp Em 2016,

(14, 20, 27 e 28/11) “ENTRE ESPAÇO ONDE TUDO EXISTE" - Marcus Moreno - EXIBIÇÕES AO AR LIVRE


“Entre Espaço Onde Tudo Existe” tem exibições ao ar livre 


Entre Espaço-Marcus Moreno+captura video-Pri Guimarães_4.jpeg
                                                                                                                                                                                                                                     Pri Guimarães (captura de imagem do videodança)

A partir de domingo, dia 14/11, às 19h, tem início no Centro Cultural Grajaú, a temporada de exibições presenciais a céu aberto de “Entre Espaço Onde Tudo Existe”, videodança concebido por Marcus Moreno. Outros três espaços parceiros acolhem a circulação: o Centro de Referência da Dança – CRDSP, que fará a exibição na Fonte da Praça Ramos de Azevedo, no dia 20/11, às 19h30; a Casa de Cultura do Butantã, que apresenta o vídeo em dois horários – 17h e 18h – do sábado, dia 20/11; e o Cine Teatro Pandora, da Ocupação Artística Canhoba, no domingo, dia 28/11, às 20h. 

Com direção de Pri Magalhães e trilha sonora original composta pelo músico Antonio Porto, o videodança traz um corpo atravessado por memórias, conscientes e inconscientes, encadeadas em fluxo, que despertam, incessantemente, sensações. “É sobre o que antecede o instante, o entre-espaço de um acontecimento e o desejo de que tudo que está no presente e o que ainda está por vir existam”, reflete Marcus Moreno sobre o que parece não ser possível nomear.

A criação se deu a partir de uma imersão com a equipe do projeto em uma região afastada do espaço urbano, onde a escuta do próprio lugar e as imagens reveladas a cada experimentação com a natureza foram desenhando as camadas de composição.

A ação é parte do projeto Lembrei que Esqueci, contemplado pela 29ª Edição do Programa Municipal de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

_____________________________________________

Serviço:

Entre Espaço Onde Tudo Existe, videodança de Marcus Moreno

14/11 (dom) – 19h – Centro Cultural Grajaú

R. Prof. Oscar Barreto Filho, 252 – Pq América - Grajaú

20/11 (sáb) – 19h30 – Centro de Referência da Dança – CRDSP

Fonte da Pça Ramos de Azevedo (Baixos do Viaduto do Chá) – Centro

27/11 (sáb) – 17h e 18h – Casa de Cultura do Butantã

Av. Junta Mizumoto, 13 – Jd Peri Peri - Butantã

28/11 (dom) – 20h – Ocupação Artística Canhoba – Cine Teatro Pandora

R. Canhoba, 299 - Vila Fanton – Perus

*Todas as exibições acontecem a céu aberto

  Grátis | Livre

 

Um pouco de Marcus Moreno

Mestrando em Artes da Cena pela Unicamp, tem formação em Comunicação das Artes do Corpo, especialização em Técnica Klauss Vianna (PUC-SP), e licenciatura pela Universidade Anhembi Morumbi. Desde 2012, realiza criações solo, em colaboração com artistas convidados, como “A Imagem como Ausência” (Proac/2013), “A Flor da Lua” (Residência Casa das Caldeiras/2016), “Estudo para o Encontro” (Proac/2017) e ‘Instante-já’ (Fomento à Dança/2019), este último, em parceria com a artista uruguaia Andrea Arobba, indicado ao Prêmio APCA-Dança (Espetáculo/Estreia e Criação de Luz e Espaço cênico de Hernandes de Oliveira). Desde 2016, desenvolve os “Encontros Efêmeros”, criando trabalhos de improvisação com artistas da cena contemporânea. É programador da Oficina Cultural Oswald de Andrade.

https://marcusmoreno.wixsite.com/marcusmoreno 

instagram: @marcusmoreno_danca

 

Entre Espaço Onde Tudo Existe – Ficha Técnica

Concepção e Dança: Marcus Moreno

Direção, Fotografia e Montagem: Pri Magalhães

Assistência de Fotografia: Pauliana Reis

Trilha Original: Antônio Porto

Design Gráfico e Mídias Digitais: Juliana Vinagre

Apoio e Mídias Sociais: Portal MUD

Assessoria de Comunicação: Elaine Calux

Coordenação de Produção: Cristiane Klein | Dionísio

Produção Executiva: Júnior Cecon


Fotografias:



Entre Espaço-Marcus Moreno+captura video-Pri Guimarães_1





Entre Espaço-Marcus Moreno+captura video-Pri Guimarães_2




Entre Espaço-Marcus Moreno+captura video-Pri Guimarães_3


Entre Espaço-Marcus Moreno+captura video-Pri Guimarães_4






 

 

Informações adicionais:

Elaine Calux – assessoria de imprensa

11 964655686 | 33689940

 


Comentários