Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de janeiro, 2023

POSTAGEM EM DESTAQUE

Apresentamos a equipe conceitual da 36ª Bienal de São Paulo

          36ª bienal       de  São Paulo Visualizar como  página web Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo e Itaú apresentam Conheça a equipe que levará a cabo a 36ª Bienal de São Paulo Da esquerda para a direita, Keyna Eleison, Anna Roberta Goetz, Bonaventure Soh Bejeng Ndikung, Alya Sebti, Thiago de Paula Souza e Henriette Gallus, equipe conceitual da 36ª Bienal de São Paulo © Fundação Bienal de São Paulo Enquanto a 35ª Bienal segue seu ciclo de itinerância, a Fundação Bienal já se prepara para a próxima edição da mostra. A equipe conceitual, montada por  Bonaventure Soh Bejeng Ndikung , é composta pelos cocuradores  Alya Sebti ,  Anna Roberta Goetz  e  Thiago de Paula Souza , a cocuradora at large  Keyna Eleison  e a consultora de comunicação e estratégia  Henriette Gallus . Ainda neste ano, serão anunciados novos membros da e

ARTISTA PLÁSTICA FERNANDA EM NOITE DE PREMIAÇÃO PELO CINEMA BRASILEIRO

 

A semana na piauí #145

questões estratégicas O 8 de Janeiro, os militares e a Amazônia Elite das Forças Armadas do Brasil agregou ao fantasma do comunismo outro inimigo: a sustentabilidade. Há a necessidade de discutir ampla e abertamente os valores ético-normativos que norteiam a burocracia militar. Veja na  análise . RICARDO ABRAMOVAY questões de impostura Uma cascata de lorotas George Santos, filho de imigrantes brasileiros, foi eleito deputado pelo Partido Republicano dos Estados Unidos em novembro do ano passado. Parecia o sonho americano – até que uma teia de mentiras veio à tona. A  piauí  entrevistou Santos antes disso. O conteúdo pode ser conferido  no site  e no podcast  Rádio Novelo Apresenta . JOÃO BATISTA JR. questões literárias O caminho do best-seller Quando começou a escrever  Tudo É Rio , Carla Madeira não sabia se seria um romance ou um conto – ou uma história que abandonaria no meio. O livro tomou forma e, sete anos depois do lançamento da primeira edição, tornou-se um best-seller. A  piau