Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de agosto, 2012

POSTAGEM EM DESTAQUE

Apresentamos a equipe conceitual da 36ª Bienal de São Paulo

          36ª bienal       de  São Paulo Visualizar como  página web Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo e Itaú apresentam Conheça a equipe que levará a cabo a 36ª Bienal de São Paulo Da esquerda para a direita, Keyna Eleison, Anna Roberta Goetz, Bonaventure Soh Bejeng Ndikung, Alya Sebti, Thiago de Paula Souza e Henriette Gallus, equipe conceitual da 36ª Bienal de São Paulo © Fundação Bienal de São Paulo Enquanto a 35ª Bienal segue seu ciclo de itinerância, a Fundação Bienal já se prepara para a próxima edição da mostra. A equipe conceitual, montada por  Bonaventure Soh Bejeng Ndikung , é composta pelos cocuradores  Alya Sebti ,  Anna Roberta Goetz  e  Thiago de Paula Souza , a cocuradora at large  Keyna Eleison  e a consultora de comunicação e estratégia  Henriette Gallus . Ainda neste ano, serão anunciados novos membros da e

ROBERVAL SALES - MEDUSA DE CARAVAGGIO -VIRADA CULTURAL 2012

O artista Roberval Sales executa a Medusa de Caravaggio  na Virada Cultural oficial 2012 na  HQ-MIX Livraria. Imagens captadas pela nossa Web TV: VISUAL-ARTV

MEDUSA DE CARAVAGGIO

EXPOSIÇÃO CARAVAGGIO NO MASP

Chega ao Museu de Arte de São Paulo a exposição Caravaggio e seus seguidores. Com sete obras do pintor mestre do claro/escuro do Barroco italiano e 14 obras de seus seguidores imediatos. Nesta exposição a figura central é a Medusa Murtola,(ver ilustração  já reproduzida em performance pelo artista paulista Roberval Sales na última Virada Cultural. O nome de Caravaggio é Michelangelo Merisio, que viveu apenas por 38 anos entre 1593 e 1610 e que assumiu o sobrenome da cidade onde nasceu na Lombardia Italiana. Em sua vida turbulenta matou em duelo um jovem e teve de fugir para várias regiões peninsulares. Escolheu seus modelos entre as prostitutas, rufiões, pescadores e gente pobre das vilas por onde passou pintando sempre cenas da vida cristã, e algumas profanas pagãs ( da cultura Romana). Nisso há semelhanças com o próprio Cristo que escolheu viver entre os humildes. Deixou não mais que 70 obras de autoria a ele atribuida e na exposição estão os quadros mais