Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de fevereiro, 2019

POSTAGEM EM DESTAQUE

O HUMOR EMPURRÃO QUE FALTAVA!

VISUAL ARTV - Fernando Martins e Dalilla Leon apresentam “A Máquina da Amnésia”, no ‘Condô’

Fernando Martins e Dalilla Leon apresentam “A Máquina da Amnésia”, no ‘Condô’                                                                                                                                                                                     Foto Silvia Machado Na terça, dia 19 de fevereiro, o bailarino e diretor da Plataforma Shop Sui, Fernando Martins, faz ensaio aberto de “A Máquina da Amnésia”, com Dalilla Leon, no Condomínio Cultural (Condô, como é chamado),  um antigo prédio localizado na Vila Anglo Brasileira, espaço que recebe artistas com foco em criação e experimentação. A dramaturgia poética e cênica de “A Máquina da Amnésia” se inspira nos instantes de distanciamento de nosso estado consciente ao executarmos uma ação rotineira. Os artistas compartilham momentos de esquecimento, suspensão e interrupção vindos à tona durante o processo de criação, a partir do mergulho da pesquisa de linguagem em dança Brain Diving.  “ A máquin

VISUAL ARTV - “Hertz – Peixes Nunca Dormem”, de Fernando Martins, ocupa a Oficina Cultural Oswald de Andrade

“Hertz – Peixes Nunca Dormem”, de Fernando Martins, ocupa a Oficina Cultural Oswald de Andrade Hertz + foto Dalilla Leon                                                                                                                                                                                                                                                      Foto: Dalila Leon      “Hertz – Peixes Nunca Dormem”, criação do bailarino, coreógrafo e diretor da Plataforma Shop Sui, Fernando Martins, ocupa, de 21 a 23 de fevereiro (quinta e sexta, 19h; sábado, 17h), a Oficina Cultural Oswald de Andrade. A entrada é gratuita. O trabalho explora a conexão entre movimento, sons e frequências sonoras tendo como objeto cênico a mesa cimática, presente na cena como um corpo que cria dualidades com o intérprete e interatividade com o público. A dramaturgia cênica dialoga com lugares e rumos subjetivos e objetivos, que narram momentos

VISUAL ARTV - Performances de Olívia Lagua e Letícia Bassit fazem a Terça Aberta no Kasulo de fevereiro

Performances de Olívia Lagua e  Letícia Bassit fazem a Terça Aberta no Kasulo de fevereiro                                                                               Foto André Cherri (“Mãe - eu também não gozei”) A performance “Me faça ser”, de  Olívia Lagua , e a abertura do  procedimento cênico  de “ Mãe - Eu também não gozei”,   da   atriz   Letícia Bassit,  fazem a Terça Aberta no Kasulo de fevereiro, no próximo dia 19, às 20h. A proposta  acolhe trabalhos de dança, teatro e performance, em meio a um bom papo entre os artistas, com a participação do público e mediação das curadoras Vanessa Macedo, bailarina e diretora da Cia Fragmento de Dança, que concebeu o projeto, e Janaina Leite, atriz do Grupo XIX de Teatro. “Me faça ser” se desenvolve pela composição plástica proposta pelo público e a reação em movimentos orgânicos de um corpo vivo em performance, que tem a sua frente diversos objetos e uma placa com um indicativo, u

VISUAL ARTV - Buraco d’Oráculo leva projeto de residência à Cidade Tiradentes com o Circo Teatro Palombar

Buraco d’Oráculo leva projeto de residência à Cidade Tiradentes com o Circo Teatro Palombar Iniciada em outubro do ano passado, a  Circulação - Residência , do grupo  O Buraco d’Oráculo , chega a Cidade Tiradentes, bairro que fica no extremo da zona leste paulistana. O objetivo desta iniciativa é promover a circulação de teatro de rua, a partir de seu próprio repertório, em territórios de companhias parceiras. Juntos, os grupos comandam um mês de programação local. O anfitrião do Circulação – Residência, no mês de fevereiro (dias 16. 17 e 23), é o  Circo Teatro Palombar . O ‘palco’ escolhido para as apresentações é o  Centro Cultural Arte em Construção  e a  Praça do 65 , locais onde o Palombar frequentemente atua e se apresenta. A programação (grátis) é formada por três espetáculos do O Buraco d’Oráculo   -  O Encantamento da Rabeca  (16/2),  O Cuscuz Fedegoso  (17/2) e  Pelas Ordens do Rei Que Pede Socorro!  (23/2) – e por uma montagem do Circo Teatro Palomb