Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de novembro, 2017

POSTAGEM EM DESTAQUE

O HUMOR EMPURRÃO QUE FALTAVA!

VISUAL ARTV - Música, dança e conversa na “Semana Preta” do Centro de Referência da Dança

Música, dança e conversa na “Semana Preta” do Centro de Referência da Dança do Os Escolhidos, grupo de vocalistas congoleses, abre a Semana Preta d o CRDSP De 21 a 25 de novembro, o Centro de Referência da Dança – CRDSP -, realiza a Semana Preta, uma programação especialmente pensada para a Semana da  Consciência Negra,  reunindo show de música, espetáculos de dança, performances, conversas e uma Jam - e ncontro para a prática de  improviso em dança , que teve origem nas rodas de Jazz,  quando músicos afro-americanos se reuniam para tocar livremente após os shows. A entrada é sempre gratuita. “Os Escolhidos”, grupo formado por imigrantes e refugiados da República Democrática do Congo, abre o evento na terça-feira (21), às 19h, na Sala Cênica. Os quatro vocalistas - Leonardo Matumona, Hidras Tuala, Bento Daniel e Muanda Tuala - cantam composições em diferentes idiomas (Lingala, Kikongo, Swashii, Inglês, Francês e Português) e gêneros musicais como a Rumba Congolesa

VISUAL ARTV - GALERIA VILANOVA ENCERRA 2017 COM INDIVIDUAL DE KATIA WILLE

GALERIA VILA NOVA  ENCERRA 2017 COM INDIVIDUAL DE KATIA WILLE       Com enfoque no protagonismo feminino , "Mas Afinal: Quem Tem Medo de Tamanha Liberdade ? " apresenta mulheres que não silenciam suas emoções, atuando como responsáveis por seus próprios corpos e escolhas       A  Galeria Vila Nova   inaugura  “ Mas Afinal: Quem Tem Medo de Tamanha Liberdade ? ",  da artista visual  Katia Wille , com curadoria de  Bianca Boeckel .  Entre  pinturas e objetos em  porcelana e vitrificados   que perfazem as  20  obras exibidas ,  o  conceito da evolução humana  é discutido  pelo viés da personagem  mulher ,   levantando  reflexões  sobre  o que  fazer  em vista da adversidade. " Nos paralisamos ou nos tornamos protagonistas da nossa própria evolução?"     Inspirada essencialmente no poder   feminino ,  Katia Wille  apresenta uma série inédita de trabalhos que demonstram  a constante ação   no sentido da afirmaç