Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

A semana na piauí #209

  questões do aprisionamento digital Braços inteiros, mentes quebradas Um adolescente americano é menos propenso a fraturar os ossos que alguém de sua idade quinze anos atrás. Embora possa parecer bom, isso indica que eles estão mais isolados, grudados no celular. Leia  aqui TANIA MENAI anais do cala-boca Assédio judicial contra jornalistas se agrava no Brasil Há 654 ações em curso contra jornalistas que podem ser caracterizadas como assédio judicial, segundo levantamento da Abraji. O Brasil está entre os países que mais hostilizam profissionais da imprensa na Justiça. Confira  aqui . ALLAN DE ABREU questões de vida e morte Por um último e sereno suspiro A  edição de abril  da  piauí  conta como  Ana Claudia Arantes se tornou uma das principais vozes em defesa dos cuidados paliativos  no Brasil. Seu trabalho é esclarecer como se pode vivenciar a morte da maneira mais confortável e digna possível. ANGÉLICA SANTA CRUZ anais do futebol O homem que descobriu Endrick. Pelo WhatsApp Em 2016,

BIENAL- PROGRAMAÇÃO- 16 SET- 20 SET


16/09 (domingo)

11h - [PERFORMANCES]

Narração de histórias - performance cênica e musical
Narração de histórias, apresentações musicais e brincadeiras.

Lotação: 40 pessoas
Entrada gratuita
Local: Ateliê Educativo - Pavilhão Bienal
Informações: 55 11 5576-7611 ou educativo@bienal.org.br

15h – [PERFORMANCES]

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)
Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um audio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.
Local: Pavilhão da Bienal - Saída
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

15h – [DEBATES]

Falar imagens
Um laboratório de leituras das obras da exposição será oferecido aos visitantes da mostra pela equipe de coordenação do educativo.

Lotação: 40 pessoas
Entrada gratuita
Local: Ateliê Educativo - Pavilhão Bienal
Informações: 55 11 5576-7611 ou educativo@bienal.org.br

16h – [PERFORMANCES]

Music Sideways / Cânomes para três vozes (sem fim) - Performance musical de Athanasios Argianas
Music Sideways é uma peça musical escrita sob a forma de um cânone clássico. Um cânone é uma composição polifônica em que as vozes imitam a linha melódica cantada por uma primeira voz, entrando cada voz, uma após a outra, uma retomando o que a outra acabou de dizer, enquanto a primeira continua o seu caminho. A ligação entre esta forma sistemática bastante antiga de escrever música e estratégias modernistas de sistemas de geração é implícita, tanto como é a estrutura cíclica em que ela resulta; as três vozes estão na mesma linha melódica, iniciado com 3 diferentes pontos no tempo, assim, com três começos e sem fim definido. O espetáculo vai acontecer em diferentes espaços da Bienal, sem aviso prévio. Os três cantores simplesmente se encontram formando um triângulo e cantam o cânone por três minutos em diferentes momentos.
Local: Pavilhão da Bienal - Instalação de Athanasios Argianas e outros espaços no Pavilhão
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

19h – [FILMES]

Imprint Nº 2
Imprint Nº 2 retrata um esforço contínuo de Anna Ostoya e Liz Magic Laser, inciado em 2009 em Nova York. As atividades empreendidas pelas artistas unem noções do processo artístico, busca pelo lazer e comportamentos neuróticos. Entrando em espaços comerciais, Laser e Ostoya procuram rearticular a conduta do consumidor. Antes da exibição do filme haverá fala introdutória de Anna Ostoya.
Esse evento conta com a parceria cultural do MIS - Museu da Imagem e do Som

Lotação: 60 pessoas
Distribuição de senhas no local 1h antes do evento
Entrada gratuita
Local: MIS - AUDITÓRIO LABMIS
Endereço: Avenida Europa, 158 – Pinheiros
Informações: 55 11 2117-4777 ou contato@mis-sp.org.br
www.mis-sp.org.br

18/09 (terça-feira)

10h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Looking At Listening (2011) - experiência sonora e visual
Em Looking At Listening (2011/2012) os artistas Ei Arakawa e Sergei Tcherepnin criaram um ambiente onde os visitantes são convidados a explorar a escuta ao manipular dispositivos na obras com a assistência de educadores. Alto-falantes colocados atrás de painéis de metal produzem sons que, quando ativados, invadem a obra com ondas sonoras.
Local: Casa Modernista
Endereço: Rua Santa Cruz, 325 - Vila Mariana
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

13h – [PERFORMANCES]

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)
Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um audio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.
Local: Pavilhão da Bienal - Saída
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Dance Constructions - Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo
A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal - Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).
Local: Pavilhão da Bienal - Simone Forti
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br


15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Looking At Listening (2011) - experiência sonora e visual

19/09 (quarta-feira)

10h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Looking At Listening (2011) - experiência sonora e visual
Em Looking At Listening (2011/2012) os artistas Ei Arakawa e Sergei Tcherepnin criaram um ambiente onde os visitantes são convidados a explorar a escuta ao manipular dispositivos na obras com a assistência de educadores. Alto-falantes colocados atrás de painéis de metal produzem sons que, quando ativados, invadem a obra com ondas sonoras.
Local: Casa Modernista
Endereço: Rua Santa Cruz, 325 - Vila Mariana
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

13h – [PERFORMANCES]

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)
Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um audio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.
Local: Pavilhão da Bienal - Saída
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br


15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Looking At Listening (2011) - experiência sonora e visual

15h – [ENCONTROS]

Relato de professores
Baseados nos conceitos e artistas apresentados em encontros de formação e no Material Educativo da 30ª Bienal - A iminência das poéticas, professores e educadores sociais apresentaram ações desenvolvidas em sala de aula.

Lotação: 40 pessoas
Entrada gratuita
Local: Ateliê Educativo - Pavilhão Bienal
Informações: 55 11 5576-7611 ou educativo@bienal.org.br

18h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Dance Constructions - Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo
A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal - Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).
Local: Pavilhão da Bienal - Simone Forti
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

19h – [PERFORMANCES]

Music Sideways / Cânomes para três vozes (sem fim) - Performance musical de Athanasios Argianas
Music Sideways é uma peça musical escrita sob a forma de um cânone clássico. Um cânone é uma composição polifônica em que as vozes imitam a linha melódica cantada por uma primeira voz, entrando cada voz, uma após a outra, uma retomando o que a outra acabou de dizer, enquanto a primeira continua o seu caminho. A ligação entre esta forma sistemática bastante antiga de escrever música e estratégias modernistas de sistemas de geração é implícita, tanto como é a estrutura cíclica em que ela resulta; as três vozes estão na mesma linha melódica, iniciado com 3 diferentes pontos no tempo, assim, com três começos e sem fim definido. O espectáculo vai acontecer em diferentes espaços da Bienal, sem aviso prévio. Os três cantores simplesmente se encontram formando um triângulo e cantam o cânone por três minutos em diferentes momentos.
Local: Pavilhão da Bienal - Instalação de Athanasios Argianas e outros espaços no Pavilhão
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

20/09 (quinta-feira)

10h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Looking At Listening (2011) - experiência sonora e visual
Em Looking At Listening (2011/2012) os artistas Ei Arakawa e Sergei Tcherepnin criaram um ambiente onde os visitantes são convidados a explorar a escuta ao manipular dispositivos na obras com a assistência de educadores. Alto-falantes colocados atrás de painéis de metal produzem sons que, quando ativados, invadem a obra com ondas sonoras.
Local: Casa Modernista
Endereço: Rua Santa Cruz, 325 - Vila Mariana
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

13h – [PERFORMANCES]

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos. (2012)
Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia elaborou uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura aproximadamente 20 minutos e é acompanhado por um audio. No meio da viagem, o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher. Duração total da viagem: 1 hora. Distribuição de senhas no local 1h antes do evento. Entrada gratuita.
Local: Pavilhão da Bienal - Saída
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Looking At Listening (2011) - experiência sonora e visual

15h – [ATIVAÇÃO DE OBRA]

Dance Constructions - Performance de dança em colaboração com artistas e bailarinos de São Paulo
A série Dance Constructions (1961) da artista e coreógrafa americana Simone Forti é baseada na improvisação e no acaso. Em colaboração com bailarinos e artistas da cidade de São Paulo três obras serão ativadas na Bienal - Huddle, Slant Board e Hangars (todos de 1961).
Local: Pavilhão da Bienal - Simone Forti
Informações: 55 11 5576 7600 ou contato@bienal.org.br

20h – [PERFORMANCES]

Oval - O – Full Circle - aula-performance com tradução simultânea
Markus Popp é um dos mais renomados produtores de música contemporânea do mundo. Os legendários primeiros álbuns de Markus Popp, também conhecido como Oval, causarem choque na cena eletrônica do final dos anos 1990. Introduzindo uma produção estética digital única e nova. Com um instinto inegável para o agradavelmente irritante, o drástico e o sonhador, Popp antecipou o “glitch”, o “clicks & cuts”, inspirando e provocando uma geração inteira de músicos até hoje. Depois de um longo hiato, Oval está de volta, mudando o jogo novamente com um estilo novo, impactante "hiperreal" e nada menos do que 150 faixas. Esse evento conta com a parceria cultural do MIS - Museu da Imagem e do Som e Goethe-Institut.

Lotação: 173 pessoas
Distribuição de senhas no local 1h antes do evento
Entrada gratuita
Local: MIS - AUDITÓRIO MIS
Endereço: Avenida Europa, 158 - Pinheiros
Informações: 55 11 2117-4777 ou contato@mis-sp.org.br

Comentários