Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

Apresentamos a equipe conceitual da 36ª Bienal de São Paulo

          36ª bienal       de  São Paulo Visualizar como  página web Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo e Itaú apresentam Conheça a equipe que levará a cabo a 36ª Bienal de São Paulo Da esquerda para a direita, Keyna Eleison, Anna Roberta Goetz, Bonaventure Soh Bejeng Ndikung, Alya Sebti, Thiago de Paula Souza e Henriette Gallus, equipe conceitual da 36ª Bienal de São Paulo © Fundação Bienal de São Paulo Enquanto a 35ª Bienal segue seu ciclo de itinerância, a Fundação Bienal já se prepara para a próxima edição da mostra. A equipe conceitual, montada por  Bonaventure Soh Bejeng Ndikung , é composta pelos cocuradores  Alya Sebti ,  Anna Roberta Goetz  e  Thiago de Paula Souza , a cocuradora at large  Keyna Eleison  e a consultora de comunicação e estratégia  Henriette Gallus . Ainda neste ano, serão anunciados novos membros da e

CIA FRAGMENTO DE DANÇA - Terça Aberta convida





Terça Aberta convida
Carolina Bianchi e Renata Carvalho


Em tempos de isolamento social, a primeira edição da Terça Aberta de 2020, que acontece dia 28 de abril, às 19h, por meio de plataforma digital, reúne as artistas Carolina Bianchi e Renata Carvalho para compartilharem suas experiências artísticas e trajetórias de pesquisas.
A proposta da Cia Fragmento de Dança acolhe artistas de dança, teatro e performance, com trabalhos inéditos, recém estreados ou em processo, sempre seguidos de uma boa conversa entre os artistas, com a participação do público, e  mediada por Janaina Leite (Grupo XIX de Teatro) e Vanessa Macedo (Cia Fragmento).
Diretora, atriz e dramaturga, Carolina Bianchi compartilha alguns pensamentos a partir de seu último trabalho “O Tremor Magnífico”, que, misturando fatos reais e figuras ficcionais, invoca mulheres cruéis que habitaram a história da humanidade, para questionar “Como lidamos com o acúmulo de informações de Eras, estilhaços de passado em nosso corpo e em nossa subjetividade?”. A peça estreou em São Paulo, no Teatro de Contêiner, no início de março de 2020, e teve a temporada interrompida por conta da decretação de quarentena. Carolina Bianchi é autora também de “LOBO”, “Quiero hacer el amor” e “Mata-me de Prazer”.
Renata Carvalho apresenta sua pesquisa “Transpologia - o corpo trans nas artes”, sobre a historicidade da construção social e imagética do corpo travesti. Renata é atriz, diretora, dramaturga, transpóloga e graduanda em Ciências Sociais. Está à frente do Monart (Movimento Nacional de artistas trans), do manifesto representatividade trans e do Coletivo T (formado integralmente por artistas trans).
Para participar, o público faz a inscrição no link: https://forms.gle/pi9Rh7hEVJQ8bDmH7
A partir do preenchimento deste formulário, o inscrito receberá, no dia do evento, um link para acesso à plataforma ZOOM.
A ação faz parte do projeto “Autodepoimento na cena”, contemplado pela 27ª Edição do Programa de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo.
fotos 
Carolina Bianchi



Renata Carvalho


#ciafragmentodedanca
#fomentoadanca
#dancasp
#teatrosp

#quarentena


Informações adicionais:
Elaine Calux – assessoria de imprensa
11 964655686 | 33689940


Comentários