Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE

CANAL ARTE net : VÍDEO LA TÉCNICA DE CARAVAGGIO ( A TÉCNICA DE CARAVAGGIO)-YOU TUBE

VALE A PENA EO PÍNCEL ASSISTIR ESSE VÍDEO  E O CANAL  LINK LA TÉCNICA DE CARAVAGGIO https://www.youtube.com/watch?v=8SKcxNEaSx8&t=449s ARTE.net link:  https://www.youtube.com/@ARTEnet1 link:  https://youtube.com/@artenet1?si=rI5JJl7ftf8-Kje9

WEB TV VISUAL ARTV - CCJ - AO SOM DE MÚSICAS DE CHICO BUARQUE


AO SOM DE MÚSICAS DE CHICO BUARQUE, PROJETO TEATRO CEGO ENCENA “ACORDA, AMOR” ÀS ESCURAS
Com trilha sonora ao vivo interpretada pela banda Social Samba Fino, a peça tem apresentação única, no dia 15 de agosto, no Centro Cultural da Juventude

Encenar o conto “O Grande Viúvo”, de Nelson Rodrigues totalmente no escuro foi a primeira adaptação da Cia. Caleidoscópio Comunicação & Cultura com o Teatro Cego. Um espaço cênico carregado de aromas, sons e, sobretudo, muito intuitivo ambienta a segunda experiência do grupo com esse formato. Sob direção e dramaturgia de Paulo Palado, a peça “Acorda, Amor!” tem apresentação única, no dia 15 de agosto, no Centro Cultural da Juventude (CCJ).
A ideia de fazer uma montagem teatral no escuro surgiu em 2009, quando Palado conheceu o formato na Argentina. “Achamos muito legal, mas criamos a nossa forma. A gente não sabia como executava e nem perguntamos. Nós buscamos as soluções para o nosso teatro”, conta.
No espetáculo, atores com deficiência visual contracenam com outros que enxergam. Eles encenam a história de quatro jovens que lutam contra a ditadura militar no Brasil durante os anos 1970. Paralelamente, a trama tem um fio condutor romântico, no qual três desses personagens lutam pelo amor da mesma moça.
O diretor explica que a escuridão funciona como um elemento cênico, além de estar ligada à narrativa. “Pensamos na ditadura por ser uma época escura. Aproveitamos o escuro para passar medo, insegurança e angustia”, observa o diretor, que também utiliza a temática da peça para campanhas de inclusão social.
Para reforçar a climatização de “Acorda, Amor!”, a banda Social Samba Fino toca ao vivo canções de Chico Buarque. “Nossa peça fala de amor e luta contra ditadura. O Chico se encaixa muito bem nessas duas coisas. A música traz o clima do momento”, explica Palado.

Serviço: Centro Cultural da Juventude – anfiteatro. Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641, Vila Nova Cachoeirinha. Próximo do Terminal de Ônibus Cachoeirinha. Zona Norte. | tel. 3984-2466.  Dia 15,
18
h. 60 min. +14. Grátis (não é necessário retirar ingresso).

​​
INFORMAÇÕES À IMPRENSA
Saiba mais em www.ccjuve.prefeitura.sp.gov.br/evento/teatro-cego-acorda-amor
Confirme presença no evento do Facebook: www.facebook.com/events/130213950652401

Rogério FonsecaGestor de Comunicação
____________________________
CCJ – Centro Cultural da Juventude
Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641 | Vila Nova Cachoeirinha
São Paulo | SP | 02721-200 | Brasil
Tel.: (11) 3984-2466 - ramal 32 | Celular (11) 9 7384-2301

Comentários